Imagem capa - E agora? Como escolher os padrinhos do seu casamento? por Alexandre Casttro Fotografia

E agora? Como escolher os padrinhos do seu casamento?

E AGORA...

Como escolher os padrinhos do seu casamento?


Um dos momentos mais críticos dos preparativos é a hora de escolher os padrinhos. A gente sempre se perde, não sabe quantas pessoas convidar, de quais núcleos, se “podemos” separar casais ou não, se chamamos os irmãos, enfim... Vamos tentar esclarecer alguns pontos:

1) Para que servem os padrinhos?

Não, não é para dar presente caro, rsrs. Brincadeiras à parte, os padrinhos são pessoas especialíssimas na vida do casal. Pessoas próximas que acompanham o dia a dia, torcem e acreditam na felicidade dos dois. Não vale convidar só pra fazer média com parentes e amigos e nem para homenagear pessoas. Os padrinhos serão aqueles que vão acompanhar a vida de vocês e se comprometerão a estar sempre por perto para orientá-los no seguimento da vida a dois. Sejam criteriosos na escolha.



2) Quantos padrinhos podemos convidar?

Não existem regras para a quantidade de padrinhos a se convidar, mas uma regra que todos sabem, é que quanto mais padrinhos se convidam, mais cansativo ficará a sua cerimônia (parecendo uma procissão) e sem falar que, acaba tirando o privilégio que cada um sente ao receber esse convite, tornando-se só mais um na lista gigantesca de padrinhos.

Uma boa dica é convidar um casal para representar cada núcleo (faculdade, trabalho, etc), não deixando passar de 10 a 12 casais no total.

Uma saia justa que muitos passam, é quando alguém se auto-convida para ser padrinho ou madrinha. Quando isso acontecer, vocês podem agradecer o carinho e negar gentilmente, dizendo que têm um número limitado de pessoas para essa função e que as mesmas já foram convidadas, mas que não abre mão de tirar uma linda como foto com ele na mesa do bolo, pois também tem um carinho imensurável por ele.



3) Posso “separar” casais?

Não faz o menor sentido convidar a namorada recente do seu irmão, com dois meses de namoro. Pelas formalidades, casais de namorados podem ser separados, mas casais casados não. Use seu bom senso (como sempre).


4) Nossos irmãos são padrinhos obrigatoriamente?

Não. Essa é uma escolha muito pessoal.

Como padrinhos ou não os irmãos dos noivos (em geral) já têm um papel especial na vida do casal. Esse privilégio já é natural. Mas muitos fazem questão da presença deles como padrinhos também. Em minha opinião o importante é conversar com eles, gerenciar as expectativas (eles geralmente já tem certeza que serão padrinhos) e optar pelo que funciona melhor para todo mundo.

Outra opinião minha, é que se for convidar um irmão, deve-se convidar todos, quebrando a regra citada acima, de chamar um para representar cada núcleo.



5) Preciso convidar todos os amigos cujo casamento fui madrinha/padrinho?

Definitivamente não! Afinal, vocês já terão um papel especial na vida um do outro. Como dizem, já serão “cumpadres” de uma forma ou de outra, sendo assim, não há essa necessidade de convidar a todos, podendo convidar apenas aqueles que estão mais próximos na vida do casal.



6) É obrigatório dar lembrancinhas aos padrinhos?

Não que seja obrigatório, mas é uma forma de agradecimento por terem aceitado um papel tão importante na vida do casal.Sobre em qual momento dar essa lembrancinha, eu sempre aconselho dar ao convidá-lo, ou seja, com uns 06 até 04 meses de antecedência ao casamento. O ideal é ir eliminando responsabilidades na véspera do grande dia, sem falar que quando a noiva deixa para dar essas lembrancinhas na véspera ou até mesmo dia do casamento, são tantos detalhes que eles precisam pensar e organizar, que acaba aumentando o nível de stress.






Gostou das nossas dicas:

Espero que sim :)

Fiquem ligado que semanalmente teremos post's novos aqui no blog.

Fonte: Conceitoeventos.com